A 8 de outubro de 1968, começou a funcionar na Quinta da Azenha o Externato de Santa Margarida, em resposta aos insistentes e inúmeros pedidos das famílias da região feitos à Irmã Benigna Cerejeira, Superiora Provincial, à data, para que as religiosas criassem um Jardim Infantil.

Foi dado o nome de “Santa Margarida” em homenagem à Irmã Marguerite de la Croix, que tinha sido Superiora Geral da Congregação.

As seis salas que se encontravam disponíveis deram origem ao referido Externato que começou a funcionar com 15 crianças e que, por alvará (n.º 1899) recebeu a competente autorização do Ministério da Educação para ministrar também o Ensino Primário.

Em outubro de 1970, deu-se inicio ao “Ensino Primário” começando a funcionar o 1.º ano com 26 alunos. A partir de então, a procura tem sido sempre superior às vagas existentes.